Morre Ulysses Cazallas

por Helton Ribeiro e Luciano Boca

 

 

Um dos pioneiros da gaita no Brasil, Ulysses Cazallas, de 72 anos, morreu em 28 de outubro, em Santos (SP), de causa desconhecida. Acredita-se que tenha sido em decorrência de diabetes, da qual ele sofria há muitos anos.

   Cazallas nasceu em São Paulo, em 11 de novembro de 1933, e tocou durante 63 anos, desde os nove de idade até o fim da vida. Apresentou-se em programas de rádio, como Hora da Gaita (em 1945), e televisão (Calouros em Desfile, apresentado pelo célebre Ari Barroso, no qual ficou em primeiro lugar). Em 1962 integrou o grupo Os Harmonicistas, do gaitista Zezinho de Lima, conhecido como Kley Williams.

   Foi professor de gaita e de manutenção do instrumento durante muitos anos, tendo formado vários gaitistas, entre eles o diretor da Bends Harmônicas, Melk Rocha, que tinha contratado Cazallas há apenas um mês para trabalhar no setor de desenvolvimento de produtos da fábrica. “Foi ele quem me ensinou a trocar minha primeira palheta. Sem o Ulysses a Bends não existiria, porque ele me fez amar o instrumento”, conta Melk. A empresa fará um pequeno museu com o acervo deixado por ele, como CDs, LPs, fitas cassete e de vídeo, livros e fotografias.

Leia aqui sobre as mortes de Snooky Pryor, Ruth Brown e Bonnie Lee.

 

 

 

 

Ele trabalhava há um mês desenvolvendo produtos na Bends

 

 

 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz