Resenhas Anteriores:

Gaspo "Harmônica" & Oly Jr. : "Na capa da gaita"

Manifesto Blues: "Bluz'in"

Marcelo Watanable:  "Acoustic & Eletric"

Marcelo Watanable & Rio Preto All Stars: "Black River Blues"

Hubert Sumlin: "I'm the Back door Man"

John Primer: "All right"

Adrian Flores: "Blues from the deep south"

  Wayne Shorter: "Beyond the soud Barrier"

 

 

  RUTHE LONDON - Nosso Blue

 (Independente)

Por Helton Ribeiro

    

 

Ruthe é uma cantora de blues de estilo bem próprio: a interpretação é jazzística, com a voz suave e contida - nada a ver com as big mamas do blues. As influências são pouco comuns no meio, como Rickie Lee Jones, Michelle Shocked e Rita Lee. Os arranjos são à base de violões, baixo acústico e bateria (guitarra, só em duas faixas). E o repertório de seu segundo CD, além de composições próprias e clássicos do blues e do jazz (My babe e Black coffee), pinça pérolas do pop brasileiro: Eu e meu gato (Rita Lee), O Chamado (Marina Lima) e Blues do ano 2000, de Cazuza e George Israel (Kid Abelha), a melhor faixa do CD. O trompetista Walmir Gil, fundador da Banda Mantiqueira, participa de Soy azul. Am I blue?, e o fera da gaita Sérgio Duarte dá brilho especial a três outras músicas. Se Ruthe fosse americana, certamente já estaria gravando por uma major.

 

 

 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz