Resenhas Anteriores:

Gaspo "Harmônica" & Oly Jr. : "Na capa da gaita"

Manifesto Blues: "Bluz'in"

Marcelo Watanable:  "Acoustic & Eletric"

Marcelo Watanable & Rio Preto All Stars: "Black River Blues"

Hubert Sumlin: "I'm the Back door Man"

John Primer: "All right"

Adrian Flores: "Blues from the deep south"

  Wayne Shorter: "Beyond the soud Barrier"

 

 

  BIG GILSON & THE WOLF- Chrisalis

 (Blues Time Records)

Por Helton Ribeiro

    

Feito em parceria com o veterano cantor britânico The Wolf, este CD é o melhor da carreira de Big Gilson. Por uma fatalidade, Wolf morreu logo após as gravações, ficando o disco como seu testamento musical. A banda do guitarrista na época, com Pedro Leão (baixo) e Beto Werther (bateria), recebeu o valioso reforço de Otávio Rocha (guitarra). Contrastando com os CDs solo de Gilson, Chrysalis filia-se à moderna linha do blues eletroacústico (da qual Alvin Youngblood Hart e Corey Harris são alguns expoentes): violões resonator (um tipo de dobro) são mixados bem na frente, com muito slide, mas lá atrás ouvem-se guitarras elétricas também. Isso permite uma abordagem sempre diferente, seja ao velho Delta blues (Big mama’s house), o country-rock (Country girl), o psicodelismo (Slidin’ around) ou um country-pop (It can’t go on). Otávio e Gilson alternam-se nos solos de guitarra, e este fornece as bases de violão. A voz grave e possante de Wolf lembra bastante a de Jim Morrison. O CD traz ainda, de bônus, imagens dos ensaios.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz