Resenhas Anteriores:

Gaspo "Harmônica" & Oly Jr. : "Na capa da gaita"

Manifesto Blues: "Bluz'in"

Marcelo Watanable:  "Acoustic & Eletric"

Marcelo Watanable & Rio Preto All Stars: "Black River Blues"

Hubert Sumlin: "I'm the Back door Man"

John Primer: "All right"

Adrian Flores: "Blues from the deep south"

  Wayne Shorter: "Beyond the soud Barrier"

 

 

  MOJO SOCIETY - Mojo Groove

 

 (Blues Time)  

Por Helton Ribeiro

  

Parodiando Muddy Waters, o blues teve muitos filhos, e alguns foram batizados de southern rock, hard rock e funk. Essa nova banda carioca herdou um pouco de cada em seu DNA, embora o cromossoma dominante seja a energia roqueira (Mojo society, Quero ver você, Lady blow e mesmo Eyesight to the blind). Como a miscigenação sempre ocorreu no blues e no rock, o quinteto tem no sangue também um pouco de Bob Dylan (When night comes falling from the sky). Mas os genes blueseiros estão lá: The hunter, How blue can you get?, Não tire o meu blues. Destaque para as guitarras de Big Alex e Felippão e o vocal de Marcelo Manes. O gaitista Jefferson Gonçalves faz uma participação em Quero ver você, e Marco BZ (outro ex-integrante do Baseado em Blues) dá canja na percussão em Apenas um sonho ruim e Eyesight to the blind.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz