Resenhas Anteriores:

Gaspo "Harmônica" & Oly Jr. : "Na capa da gaita"

Manifesto Blues: "Bluz'in"

Marcelo Watanable:  "Acoustic & Eletric"

Marcelo Watanable & Rio Preto All Stars: "Black River Blues"

Hubert Sumlin: "I'm the Back door Man"

John Primer: "All right"

Adrian Flores: "Blues from the deep south"

  Wayne Shorter: "Beyond the soud Barrier"

 

 

 John Mayall- "Padlock on the Blues"

 (ST2)  

Por Helton Ribeiro

    

       Este é um relançamento do CD de 1999 do pai do blues britânico. Ultimamente ele vem se repetindo em discos medianos, mas este ainda tem algumas surpresas devido à presença de três convidados especiais: John Lee Hooker, Coco Montoya (que foi guitarrista de Mayall durante dez anos) e o saxofonista de jazz Ernie Watts. Don’t turn your back, com Watts, é uma das melhores. Escolado no rhythm & blues, o saxofonista integra-se bem à banda, fazendo um jogo de chamado e resposta com a guitarra de Buddy Withington e depois com o vocal de Mayall. Uma música com John Lee Hooker também não pode ficar ruim, e há duas: Somebody’s watching e Bad dream catcher. A primeira tem um slide fantasmagórico de Mayall sobre o fraseado grave de Hooker. Na segunda, Mayall toca piano e marca o ritmo no pé, como Hooker costumava fazer. Montoya, sempre inspirado, faz um curto solo em The strip. Outras boas faixas do CD são Ain’t no surrender, só com o piano e a voz de Mayall, e a pesada A hard road, na qual ele copia os falsetes de Buddy Guy.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz