Resenhas Anteriores:

Gaspo "Harmônica" & Oly Jr. : "Na capa da gaita"

Manifesto Blues: "Bluz'in"

Marcelo Watanable:  "Acoustic & Eletric"

Marcelo Watanable & Rio Preto All Stars: "Black River Blues"

Hubert Sumlin: "I'm the Back door Man"

John Primer: "All right"

Adrian Flores: "Blues from the deep south"

  Wayne Shorter: "Beyond the soud Barrier"

 

 

  De Blues em Quando - "Ao vivo"

  (Independente)  

Por Helton Ribeiro

 

Uma nova (e boa) banda do Ceará começa de forma ousada, lançado DVD (e também CD com o áudio do show). O repertório reverencia artistas nacionais como Nuno Mindelis (com Shake it, de Paul Orta, que o guitarrista tornou conhecida no Brasil); a cearense Matutaia, já extinta, com a pérola Menina do trem, e o Blues Etílicos, com Safra 63 e Canceriano sem lar, que os cariocas popularizaram entre os blueseiros. Os Etílicos, por sinal, são uma das maiores influências da banda (vide o vocal de Alvin e levadas como a da divertida Por que é que eu fui morar com a sogra). Dois covers de clássicos fogem do lugar comum: All this blues, de Paul Butterfied, e Nothin’ but a woman, de Robert Cray. E outro diferencial é o lap steel (guitarra que se toca deitada no colo) de Alvin, além da ótima gaita de Diogo Farias e a guitarra do prodígio Artur Menezes, de 21 anos. Como extras, há o release e uma bem bolada galeria de fotos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

De Blues em Quando - "Ao vivo"

 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz