Resenhas Anteriores:

Gaspo "Harmônica" & Oly Jr. : "Na capa da gaita"

Manifesto Blues: "Bluz'in"

Marcelo Watanable:  "Acoustic & Eletric"

Marcelo Watanable & Rio Preto All Stars: "Black River Blues"

Hubert Sumlin: "I'm the Back door Man"

John Primer: "All right"

Adrian Flores: "Blues from the deep south"

  Wayne Shorter: "Beyond the soud Barrier"

 

 

  John Coltrane, Quincy Jones Big Band, Dinah Washington e Shirley Horn

"A love Supreme", "Bossa Nova", "What a Diff'rence a Day Makes!" e "Here's to life", respectivamente  (Verve/Universal)  

Por Helton Ribeiro

 

Este pacote vale ouro. A começar por A love supreme, uma das maiores obras-primas da história do Jazz. Desnecessário falar sobre o disco em si, obrigatório em qualquer coleção. O que este relançamento traz de novo é a sensível melhora na qualidade sonora, pois as reedições anteriores em CD tinham problemas de equalização e compressão, finalmente solucionados. É uma benção ouvir em todo seu esplendor a obra que ele dedicou a Deus.

O disco de Quincy Jones revisa a bossa nova em arranjos inusitados, com direito a cuíca e triângulo. A big band é all star, com Jim Hall, Phil Woods, Clark Terry, Roland Kirk, Lalo Schifrin e outros. O repertório tem, entre outras, Soul bossa nova (de Quincy, redescoberta nos anos 90), Desafinado, Manhã de carnaval, Samba de uma nota só, Chega de saudade e a inédita A taste of honey.

O CD de Dinah Washington inclui duas faixas lançadas apenas em 45 rotações (Come on home e It could happen to you), e um versão alternativa de Time after time. No LP de 1959 ela é acompanhada pela orquestra de Belford Hendricks, com um ainda desconhecido Joe Zawinul ao piano. Standards como Cry me a river, What a diff’rence a day made e I remember you são interpretadas com o tom gospel característico da cantora.

Shirley Horn recebe Wynton Marsalis como convidado em duas faixas do disco de 91, cujos arranjos orquestrais são do prestigiado Johnny Mandel. Pérolas pouco conhecidas dos irmãos Gershwin (Isn’t a pity?) e da dupla Rodgers-Hart (You’re nearer) são redescobertas e valorizadas pela voz doce e melancólica da diva.

 

John Coltrane - "A love Supreme"

 

Quincy Jones - "bossa Nova"

 

Shirley Horn - " Here's to life"

 

Dinah Washington

"What a Diff'rence a day makes"

 

 

 

 

 

 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz