Resenhas Anteriores:

Gaspo "Harmônica" & Oly Jr. : "Na capa da gaita"

Manifesto Blues: "Bluz'in"

Marcelo Watanable:  "Acoustic & Eletric"

Marcelo Watanable & Rio Preto All Stars: "Black River Blues"

Hubert Sumlin: "I'm the Back door Man"

John Primer: "All right"

Adrian Flores: "Blues from the deep south"

  Wayne Shorter: "Beyond the soud Barrier"

 

 

  PAULO MEYER & THE BURNING BUSH – BR-116 – AO VIVO MESMO!

(Independente)

Por Helton Ribeiro

 

 

   Os CDs nunca captaram o carisma do cantor Paulo Meyer e sua banda, cuja empatia com o público nos shows é um dos pontos fortes do quinteto. Por isso o DVD é “ao vivo mesmo”, gravado em uma casa noturna de Taubaté (SP). O ponto alto é o clássico da banda Só tomando uma, cuja letra hilária é o retrato do bluesman: “Meu time não acerta/ Foi pra segunda divisão/ Minha mulher fugiu com outro/ E eu tenho que pagar pensão/ Por isso, só tomando uma/ Pra melhorar a situação”. No meio da música, todos param de tocar e fazem um brinde, recomeçando em seguida. Meyer ainda faz um solo de mímica, enquanto a guitarra pendurada em seu pescoço é tocada pelo titular do instrumento, Alexandre Spiga – é ver para crer. Mais: durante um solo, o baterista Paulo Resende substitui as baquetas por garrafas. Outra música divertidíssima é a inédita Blues do e-mail: “Eu te dei o meu e-mail, você entrou na minha vida/ E agora a caixa de mensagens vive sempre entupida/ Mas de uma coisa fique certa, suas mensagens não são lidas/ Tudo que vem com o seu nome eu deleto de saída”. Clássicos do blues (Hoochie coochie man, Baby what you want me to do), do soul (Everybody needs somebody to love) e do rock (Blue suede shoes, Light my fire) se alternam com as composições do grupo, que é completado por Mateus Schanoski (teclados) e Caio Góes (baixo).

 

-----------------------------------------------

TEXTO PRODUZIDO EM 03/11/08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz