Resenhas Anteriores:

Gaspo "Harmônica" & Oly Jr. : "Na capa da gaita"

Manifesto Blues: "Bluz'in"

Marcelo Watanable:  "Acoustic & Eletric"

Marcelo Watanable & Rio Preto All Stars: "Black River Blues"

Hubert Sumlin: "I'm the Back door Man"

John Primer: "All right"

Adrian Flores: "Blues from the deep south"

  Wayne Shorter: "Beyond the soud Barrier"

 

 

  RODRIGO NÉZIO & DUOCONDÉ BLUES - RODRIGO NÉZIO & DUOCONDÉ BLUES

(Blues Time)

Por Helton Ribeiro

 

 

Os mineiros, sempre trabalhando em silêncio, começam a mostrar a cara. Esse trio vem de Barbacena, cidade próxima a Juiz de Fora. O guitarrista Rodrigo Nézio parece ter estudado Stevie Ray Vaughan, mas sem ficar à sua sombra. Ele vai buscar a dinâmica de Buddy Guy (Longing blues), o boogie de John Lee Hooker (Dusty ride), o Delta blues de Robert Johnson (Almost there), ou o jeitão de crooner de Brian Setzer (Do something)  e até o slide de Jimmy Page, em The jump (Old version). A guitarra, bastante rítmica, tem pegada, e o dobro (violão com corpo de aço) dá aquele colorido em quatro faixas. Ressaltem-se boas letras como as de Do something e The jump (o repertório é todo autoral e em inglês).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz