Resenhas Anteriores:

Gaspo "Harmônica" & Oly Jr. : "Na capa da gaita"

Manifesto Blues: "Bluz'in"

Marcelo Watanable:  "Acoustic & Eletric"

Marcelo Watanable & Rio Preto All Stars: "Black River Blues"

Hubert Sumlin: "I'm the Back door Man"

John Primer: "All right"

Adrian Flores: "Blues from the deep south"

  Wayne Shorter: "Beyond the soud Barrier"

 

 

  Albert Collins, Mahavishnu Orchestra e Quincy Jones - Live at Montreux

(ST2)

Por Helton Ribeiro

 

   A ST2 lança mais alguns excelentes títulos das gravações feitas no festival suíço.

   O guitarrista Albert Collins continuava incendiário no palco mesmo em 1992, um ano antes de morrer de câncer. Ele detona seus solos faíscantes em If you love me like you say e brinca com a dinâmica em Lights are on (But nobody’s home). Em Put the shoe on the other foot, não só desce para o meio da platéia como sai apertando a mão das pessoas. A banda tem sua formação preferida, com órgão Hammond e naipe de metais. A cereja do bolo é o bônus com quatro músicas de sua apresentação em 79, incluindo a participação de Clarence Gatemouth Brown em Frosty.

   O DVD duplo da Mahavishnu, com quase quatro horas de duração, mostra duas fases bem distintas do grupo, em 74 e 84. Na primeira, o violinista Jean-Luc Ponty ainda estava na formação, e a banda mantinha a verve experimental, em números climáticos (Wings of karma) ou agregando um trio de cordas (Hymn to Him). Pena que só restaram imagens de duas músicas do show, por isso foi incluído apenas o áudio de mais quatro. A banda acabou no ano seguinte e, em 83, foi reformulada pelo guitarrista John McLaughlin, acompanhado de músicos mais jovens, incluindo o saxofonista Bill Evans (não confundir com o pianista homônimo), que também se tornaria famoso. Ao soprano e tenor, Evans ocupa o espaço que antes era do violino. McLaughlin entra de cabeça no uso do synclavier, aparelho que dá à guitarra um timbre eletrônico. O som é mais convencional, quase pop em East side, west side, que chega a citar isn’t she lovely, de Stevie Wonder.

   O DVD de Quincy Jones comemora seus 50 anos de carreira com a merecida pompa. O ex-produtor de Ray Charles, Frank Sinatra e Michael Jackson rege uma big band e recebe convidados, num total de 48 músicos. Phil Collins, Mick Hucknall (Simply Red), Chaka Khan, David Sanborn e Toots Thielemans são alguns nomes ilustres que passam pelo palco, além de duas filhas do astro fazendo backing vocals. O repertório mescla standards (Perdido, Air mail special, Moanin', Angel eyes) e composições de Quincy, além de Setembro (Ivan Lins e Gilson Peranzetta) e Let the good times roll.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz