Resenhas Anteriores:

Gaspo "Harmônica" & Oly Jr. : "Na capa da gaita"

Manifesto Blues: "Bluz'in"

Marcelo Watanable:  "Acoustic & Eletric"

Marcelo Watanable & Rio Preto All Stars: "Black River Blues"

Hubert Sumlin: "I'm the Back door Man"

John Primer: "All right"

Adrian Flores: "Blues from the deep south"

  Wayne Shorter: "Beyond the soud Barrier"

 

 

  Companhia Estadual de Jazz - "Via Bahia"

 

 (independente)

Por Helton RIbeiro

    

 

   

  Esse é do casseta! Literalmente: o baixista da banda é Reinaldo, que, nas horas vagas, faz parte também do Casseta & Planeta (onde ficaram famosos seus personagens Sucker e Devagar Franco). Aqui, quem contracena com ele são Sérgio Fayne (piano), Fernando Clark (guitarra), Guilherme Vianna (sax e flauta) e Chico Pessanha (bateria). E o quinteto não brinca em serviço. Seu exclusivo Samba-jazzificator System (tecnologia desenvolvida certamente pelas Organizações Tabajara) processou composições de Caymmi (A lenda do Abaeté), Caetano (De noite na cama, De manhã) e outras que têm ligação com a Bahia: Falsa baiana, Jequié, Mestre Bimba etc. Ficou tudo bem gostoso de ouvir, unindo a ginga carioca, o balanço sem pressa da música baiana e o suingue do jazz. Entre as muitas sacadas interessantes, saltam aos ouvidos o ritmo latino e a citação de O que é que a baiana tem em Falsa baiana (salsa baiana); o solo de contrabaixo com vareta de berimbau em Berimbau; e a introdução coltraneana em Coração vagabundo. Os convidados Paulinho Trompete, Jean-Pierre Zanella, Gabriel Grossi e Don Chacal apimentam o tempero. Como diria o “seu Casseta”, fala sério...

 

 

 

 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz